Os Psicólogos de RH e seus estereótipos

img177/9774/orkut1ae3.jpgDesde o século XIX a questões do trabalho e da seleção profissional andam juntas com o a da própria psicologia. Ou, pelo menos, de precursores do que seria a posteriormente chamada ‘psicologia das organizações’. Para dar um exemplo, a frenologia era modismo nas seleções profissionais, que poderiam definir o candidato apropriado à vaga simplesmente pelas circunvoluções de seu crânio.
 
A frenologia foi desbancada por uma psicologia que nascia como ciência. Vale a pena repetir e realçar a frase: a psicologia desbancava a moda da frenologia (perfeitamente prática, útil e aplicável, mesmo que o uso e a aplicação possam ser contestados) por ter nascido como ciência. Argumentos racionais mostravam que práticas que se pretendem fundamentadas em ciência deveriam ser efetivamente fundamentadas em ciência.
 
De lá para cá, poderíamos formular a pergunta: continuam as psicologias de seleção profissional, em sua prática concreta, empregando práticas de cunho científico (ou ao menos rigoroso)? Ou cederiam lugar a práticas duvidosas, que poriam em xeque a própria legitimidade da seleção profissional?
 
Obviamente, não se pode duvidar da existência, nas seleções de emprego, de profissionais competentes, gabaritados, e preocupados com as práticas executadas. Entretanto, mundo afora, os dizeres – e mais especificamente os maus dizeres – sobre a seleção abundam. Não é necessário ir muito longe. Histórias sobre seleções mal aplicadas, sem devolutivas racionais, ou mesmo sem compreensão alguma por parte do selecionado se encontram em qualquer lugar. Questão séria, partindo do princípio de que um psicólogo lida com seres humanos, e que uma seleção profissional envolve uma vida.
 
Vejamos, por exemplo, esse texto, do Marmota. O que diz a respeito dos profissionais de seleção? Dentre outras coisas, que algumas seleções se definem prioritariamente pela dinâmica; outras, exclusivamente pelo resultado do teste; outras, ainda, são meramente teatrais, pois o candidato é pré-definido por indicações de âmbito privado (o famoso QI, ‘quem indica’). Novamente, não se pode contestar que tais tipos de procedimento são comuns Brasil afora. Tão comuns, por exemplo, quanto é simples a recomendação aos psicólogos, durante o curso de graduação, para que não restrinjam os resultados de suas práticas ao teste ou à dinâmica. Estes, sozinhos, não dizem nada. No máximo, servem como instrumentos de apoio, junto a outros procedimentos essenciais (entrevistas, avaliação de competências, etc.).
 
Outro exemplo: o verbete "psicóloga", da Desciclopédia, reúne uma série de piadas infames sobre a categoria. O que traz de essencial? "Outra atividade que elas adoram fazer é humilhar desempregados fazendo dinâmica de grupo, processo que consiste em te fazer correr enquanto você carrega um limão ou um ovo numa colher que você segura entre seus dentes ou coisa parecida"; "Uma atitude que elas odeiam é a mentira (dos outros, é claro), pois elas se sentem na liberdade de contar as mais esfarrapadas falácias já imaginadas, sendo que a mais famosa dessas “conversas pra boi dormir” é a seguinte: ‘No momento você não pode ser aproveitado na empresa, mas seu currículo será aproveitado para futuras oportunidades’"; "A insanidade e arrogância das psicólogas, leva-as a se acharem competentes para o recrutamento de profissionais. Justamente elas, que são totalmente dominadas pela emoção e incapazes de tomar UMA decisão racional"; "Qual o critério que elas usam para escolher um candidato? O seguinte : se ela for com a cara dele ele está aprovado, caso contrário, não. E que se foda se ele é competente ou não…".
 
Está na cara que o escritor do ‘verbete’ acima oscilava entre o escárnio, a estereotipia, e a indignação. Mas tais palavras não tocariam num preconceito social (justificado ou não) cada vez mais difundido, o de que psicólogos de RH não possuem critério algum de avaliação? Em tempos de desemprego, a seleção profissional tem papel importantíssimo, especialmente dos psicólogos. Estes devem desenvolver uma prática rigorosa e muito bem suportada, para que seja ética.
 
Toda profissão tem seus estereótipos, representações ingênuas, e sentidos comuns. Mas diante de tais estereótipos, cada vez mais difundidos, poderia o psicólogo se perguntar sobre sua própria prática concreta, como fazia antes a psicologia sobre as próprias práticas que ajudou a desbancar: é coerente?
 
Anúncios

41 comentários sobre “Os Psicólogos de RH e seus estereótipos

  1. É, os profissionais de psicologia poderia dormir sem esse verbete da desenciclopédia.

    Curioso é que o Gall errou na técnica, mas de certa forma acertou em parte na explicação, lançando as bases para o localizacionismo científico, que ainda marca nas neurociências.

    Mesmer, o “inventor” da hipnose, acertou na técnica e errou na explicação (ele falava no magnetismo animal e em fluídos energéticos), mas lançou as bases para um importante instrumento psicológico.

    O erros dos (pseudo)psicólogos de hoje não está
    na tentativa de criar novas técnicas ou explicações, mas em insistir em atividades reconhecidamente furadas como testagens sem adaptação/validação/padronização/etc. ou teorias mais místicas que científicas.

    Ótimo post!

  2. Toda classe profissional é “homenageada” por piadas que difundem estereótipos, infundados ou não. Jornalistas, advogados e publicitários que o digam. Mas uma coisa é certa: abomino dinâmicas de grupo. Felizmente só tive que passar por duas: fui aprovado em uma, reprovado noutra.

  3. Eu acho que os esteriótipos acabam revelando erros da profissão – quem nunca cruzou com um advogado corrupto, um médico arrogante ou um psicólogo dono da verdade que atire a primeira pedra. No caso dos psicólogos, a coisa fica bem grave porque eles têm o poder de taxar alguém de normal ou anormal com uma autoridade que poucas pessoas têm…

  4. Catatau, agradeço a sua referência! Seu post é esclarecedor e merece ser lido especialmente por profissionais que passaram por experiências parecidas com as que eu tive, para valorizar esse profissional que – como o verbete da Desciclopédia mostra – vem sendo muito questionado. Sobre a discussão dos estereótipos, isso vai longe: se eu disser que minha família é de Pelotas, o que você vai pensar? 🙂

  5. Valeu pelo toque, catatau. Realmente o m de mega deve ser maiúsculo. Vou começar a corrigir os textos, deve haver ainda outros muitos erros. Apesar d’eu ter postado umas dicas de cálculo, aqui vai outra ainda mais resumida e simples. Basta dividir a resolução por 100 e vai obter o tamanho em cm do que até onde amplia bem.

    1600 x 1200 / 100 = 16 x 12 (então, 1600 x 1200 é idela para cópias até 12 x 16 cm).

    Veja bem, este é o cálculo para obter foto ótima. Considere uma ampliação até 50 % maior que o resultado do cálculo para ainda obter uma qualidade aceitável.

    Grande abraço!

  6. Eu já fui prejudicado por uma pscologa quando fiz um concurso de acesso aqui na prefeitura da minha cidade onde eu trabalhei por 6 anos pq ela era um desafeto da minha familia…
    Eu acho dinamicas de grupo uma palhaçada…

  7. Era Telefonista Temporário de uma empresa de Telecomunicações e para ser
    efetivado fui obrigado a fazeruma Dinâmica de Grupo na subsidiária da mesma
    empresa deTelecomunicações.Não fui chamado e fiquei alguns anos sem
    trabalhar por causa da…da Dinâmica.
    De forma que não tive o contrato renovado e não conseguia emprego devido ao
    pouco tempo (6 meses) que ali fiquei para adquirir experiência.
    Se eu já estava trabalhando…e bem,pra que tive que fazer Dinâmica de Grupo? É
    o mesmo que mexer num time que está ganhando.
    Acabei sendo prejudicado por uma Selecionadora do RH onde obviamente senti-me deslocado e constrangido,indignado e enojado com o que se passava nesta Dinâmica de
    Grupo,inventada por estes americanos que não tem o que fazer,que vivem
    mudando os costumes dos outros países.
    No Brasil já é tão difícil se firmar,quanto mais arranjar,emprego,estágio
    e traineé que são disputados à tapa,o(a) coitado(a) do (a) candidato(a) se vê
    obrigado(a) a se submeter a situações constrangedoras e de exposição ao
    ridículo.
    É proibido a pessoa ser o que é?
    Nenhuma empresa,Psicólogo ou terceiros deveriam interferir na vida profissional e
    particular da pessoa.
    Cada um é o que é!!!
    O Mercado de Trabalho é injusto e parcial!!!
    Dinâmica de Grupo não tá com nada!!!
    Sou 100% Contra!!!
    Agora avaliar a pessoa pelo seu Currículo Profissional e Acadêmico,
    infelizmente saiu de moda na maioria das empresas.

    Um conselho:Estude e Faça concursos!!! É muito melhor do que essa palhaçada
    de Dinâmica de Grupo,cujo bjetivo é de humilhar o pretendente ao emprego,
    fazendo-o se passar por tímido,retardado e idiota.

  8. É revoltante essa situação!Só porque é a Dinâmica de Grupo é invenção de americano,o Brasil tem que copiar.A gente vive infelizmente num país que não dá oportunidade pra pessoa trabalhar;não existe incentivos para se trabalhar por conta própria;vive se numa pindaíba miserável,onde se pedir emprego é como se tivesse pedindo esmola e a maioria das empresas se aproveita dessa situação desgraçada pra dificultar mais ainda o ingresso remoto de um candidato a uma vaga disputada numa determinada empresa.Tinha que ter uma lei definitiva para acabar com estes empecilhos para ingressar neste injusto Mercado de Trabalho,como essas Dinâmicas de Grupo e Testes Psicotécnicos,que atrapalham mais
    do que ajudam.Pra que tem que se fazer ambos?O único interesse que tenho é em trabalhar para prover o meu sustento e da minha família,bem como aplicar o que aprendi no colégio,cursos e na faculdade e não tenho interesse em me relacionar com pessoas que não tenho a menor afinidade e nem de provar que não sou retardado,debilóide e insano.Insano é quem inventou essas práticas de
    avaliação das quais sou 100% contra.

  9. Psicologos não deveria se meter em Mercado de Trabalho.Eles deveriam era clinicar nos
    seus respectivos consultórios ou num hospício,ao invés de atrapalhar e prejudicar o pobre e sofrido desempregado que precisa trabalhar.Se um dia os Psicólogos,bem como os selecionadores de Dinâmicas de Grupo e responsáveis pelo RH,estivessem no lugar dos milhões de desempregados no Brasil,entenderiam mais e seriam mais humanos.Um dia eles devem ter sido um destes milhões de desempregados.A pessoa não é dempregado porque quer ser é por causa da dificuldade e falta de estímulo para tentar trabalhar.

  10. Eu concordo 100% com o verbete que ainda relatou muito pouco sobre o capricho dos psicólogos! SÃO PESSOAS INFELIZES NA VIDA PESSOAL, mal resolvidas, geralmente não conhecem nem a si mesmos e quer se meter de forma caprichosa (diria até psicótica) na essência dos seres humanos. É isso aí, estes são a cara dos americanos, pois lá sim dinâmica é uma oportunidade de crescimento experimental pra uma população que tem A ECONOMIA MAIS ESTÁVEL DO MUNDO e bons recursos pra cada um se virar sozinho! LÁ é só brasileiro que trabalha engraxando sapato e lavando privada.
    Eu já venci o meu ódio, diria até depressão, das 300 dinãmicas que eu participei depois de pra cada uma delas, ter lido instruções que essas psicólogas publicam pra ganhar redação, e por nunca ter sido aprovada em nenhuma delas, é com muita resignição que eu coloco: Não adianta se torturar por elas, não deixe que essas psicólogas ou as auxiliares de gestão de RH Tecnólogo( que se bobiar são mais humanas) não deixem que elas façam você se sentir um lixo á prova, porque o lixo que está deteriorando o mundo são elas, e se não for nessa vida que elas pagarem, pode ter certeza que da próxima elas não passam. Tenho é muita pena de quando esse povo pagar pelos pròprios pecados.
    Abro uma ressalva: Sempre admirei muito psicologia! Mas é PSICOLOGIA!!! Carrego no colo a psicologa que tem psicologia no trato com seres humanos, essas são especiais e merecem o mundo aos seus pés, não se deixem ofender, porque os culpados são os frios que queimaram a imagem de uma profissão tão linda e que em outros tempos foi a mais admirada!

  11. O brasileiro é tratado que nem lixo por estes gestores hostis de RH e Psicólogos – responsáveis em avaliar os pobres candidatos que disputam à tapa uma vaga no mesquinho e exigentíssimo Mercado de Trabalho.Já as Dinâmicas de Grupo,só servem para dificultar mais ainda a oportunidade de conseguir emprego,traineé ou estágio.Tinha que ser coisa de americano mesmo.É falta do que fazer,não é?Se as empresas e indústrias investissem mais em treinamento e num bom incentivo para se trabalhar,como uma boa remuneração e boas condições de trabalho,a taxa de desemprego seria quase que zero.
    O resultado da impossibilidade de não conseguir emprego,mesmo que uma pessoa seja bem graduada e tenha as tão exigidas,e algumas absurdas,experiências profissionais,tem bacharéis em Direito,Economia,Informática,etc trabalhando em sub-empregos para pessoas alfabetizadas ou de níveis bem inferiores aos de sua graduação,ou pós,de nível superior,servindo cafézinho,trabalhando como Office-Boy ou limpando banheiros,varrendo ruas,etc.Alguns por causa da falta de oportunidade e incentivo para trabalhar,se vê no Fundo do Poço,chegando a estágios deploráveis de baixa estima,o que pode resultar em depressão ou coisas piores das quais acho melhor não entrar em detalhes.
    As Universidades,em geral,tem uma parcela de culpa por não prepararem melhor e incentivarem os seus alunos para enfrentar o competitivo e cruel Mercado de Trabalho.Diante de tudo isso,as empresas ainda inventam essas avaliações idiotas como as Dinâmicas de Grupo,que não tem nada de se descontrair e de se divertir,onde se é tratado como se tivesse num Jardim da Infância ou num Hospício e tampouco os Psicotécnicos,atualmente usados para avaliar se o candidato é louco,retardado mental ou psicopata.Fala sério!É tirar proveito da situação do desemprego já é crítica até demais.

  12. Tenho repulsa,abuso e ódio das Dinâmicas de Grupo e das Avaliações Psicológicas para se entrar neste injusto Mercado de Trabalho.Quem foi o palhaço que inventou isso?Sou graduado em nível superior e estou desempregado há 8 anos,fiz várias entrevistas (De 1994 até 2000)e 1 Dinâmica (em 2000)e só trabalhei de 1996 até 1999,passei dos 30 anos e mesmo assim essas Empresas insensíveis colocam essas porcarias de avaliações que só servem para atrapalhar e/ou dificultar mais ainda o direito que o infeliz e sofrido do brasileiro tem de ganhar o seu pão.É revoltante gastar tanto tempo,grana e QI para ficar olhando pro teto,perdendo o sono,o apetite,o ânimo e só pensando no dia de amanhã!Por causa disso,estou profundamente decepcionado,desanimado e desacreditado que essa situação de dificulda para entrar no Mercado de Trabalho UM DIA vai melhorar.Nesse ponto,vai de mal à pior.

  13. Acho as Dinâmicas de Grupo (DG) um obstáculo a mais para se conquistar um emprego.Sou a favor,sim,de treinamento na empresa com base no cargo pleiteado ou na área em que o candidato se graduou,incluindo cursos adicionais.Passei pela desgraça de participar de uma DG na Brasil Center (Subsidiária da Embratel em Juíz de Fora (MG) em março de 2000 e disserram-me que eu iria “brincar” ou “rolar” no chão.Não entendi e,sem muita opção de escolha,fui fazer o raio deste DG com intúito de efetivação na Embratel (Rio),onde estava trabalhando como Temporário no fim dos anos 90.Fiz essa DG e achei uma verdadeira palhaçada,uma perda de tempo e um desprestígio e desrespeito à pessoas que dariam bons profissionais,parecendo crianças ou debilóides.
    Lá,na Brasil Center,vi pessoas fazendo mímicas,colagens,desenhos e representando alguém que não fosse o próprio.Aí me perguntei:Que estou fazendo aqui pagando esse mico?Parece Jardim de Infância!Tenho mais o que fazer!Vou abandonar a minha faculdade de informática (em 2000) por isso?!Fiquei,e ainda fico,indidnado.Depois quase participei de outra DG no futuro Wal-Mart,Tijuca (RJ),sorte que pulei fora à tempo.Hoje sou Webdesigner e Montador de Micro,mas por causa destas práticas ridículas de entrevistas,DG,bem como o exigentíssimo,implacável e desigual Mercado de Trabalho,trabalho em casa.Fazer o quê!Ou isso,ou morro de fome.
    E quanto aos Concursos Públicos?Dá quase no mesmo.Além das provas dificílimas,alguns concursos tem aderido à essa besteira de DG,sem falar em Exames Médicos Pré-Admissionais,Aptidão Física.E tem ainda que se submeter a isso tudo ou para concorrer a vagas insuficientes e salários baixos.Estou interessado em trabalhar e não em me relacionar com pessoas que não conheço direito ou não tenho a menor afinidade.A empresa não pode impor isso à força.

    As Dinâmicas Grupais atrapalham mais do que ajudam…se é que ajudam mesmo.

    Quem é a favor das DGs é porque nunca se submeteram a esse circo.Sou 100% contra às Dinâmicas Grupais!!!

    O Governo deveria acabar de vez com essa prática de Dinâmicas Grupais.

  14. Por que ninguéwm manda mais os seus manifestos e desabafos sobre os Psicólogos,Mercado de Trabalho,Psicotécnicos,Dinâmicas de Grupo,etc?Há quase 3 meses que ninguém diz o que pensa a respeito dessas injustiças para com as pesssoas que precisam trabalhar.

  15. Um dia fiz uma dinâmica e em certo momento deram um copo plástico (que seria um “objeto antigo encontrado numa escavação”) e o sujeito deveria dizer o que era aquele copo. Houve várias descrições, um dos candidatos à vaga disse que era um cinzeiro, e que era usado num hábito muito antigo dos humanos. Quando a psicóloga disse (em tom de brincadeira) que todos estavam reprovados porque ela era fumante. Daí eu me pergunto, Será que uma pessoa dessas pode avaliar as condições psicológicas de alguém sob qualquer aspecto??? Alguém que se mata lentamente todos os dias não tem o mínima condição de avaliar merda nenhuma , ainda mais numa brincadeira estúpida. Pessoas reais enfrentam situações reais!

    RE: Macoco, dinâmicas de grupo tem um papel bem interessante, caso bem empregadas. Essa é a questão: caso bem empregadas. Mas como técnicas associadas a outras, podem contribuir.
    um abraço,

  16. Tem gente que acha essa droga de Dinâmica interessante?No dia que esse cidadão ficar desempregado(espero que não aconteça),ele vai mudar o seu conceito.Quem defende essa prática idiota é o tipo de pessoa que não demonstra empatia por quem passa necessidade de conseguir emprego e preconceitos por estar desempregado.Isso é falta de amor para com o próximo.Vivemos num mundo que ninguém ajuda ninguém e que cada um que se vire.As DG,na minha opinião,foram criadas por gente que não tem o que fazer,cujo propósito é o de dificultar ainda mais o ingresso ao Mercado de
    Trabalho e a expor os desempregados ou quem está em busca de ascensão profissional ao ridículo.Tinha que acabar com essa praga de DGs ,juntamnte com os Psicotécnicos e mudar a mentalidade dos gestores de RH que de “Humanos” não tem nada.

  17. Práticas discriminatórias e de exclusão social
    Uma outra coisa q não concordo é que esses testes irão excluir pessoas que tem muitas capacidades,porém tem problemas psicológicos que os afetam socialmente tornando-os pessoas tímidas,envergonhadas. Por exemplo a dinâmica de grupo vai dizer que esse cara é um incapaz.Porém ele pode ser formado na maior Universidade do Brasil ou falar trocentos idiomas,ou mesmo pouco estudo,mas se não passar na bem dita da dinâmica,na psicolozóica ultrapassada ele é um incapaz. Esse cara por exemplo que tenha rótulos de doenças como fobia social (síndrome do pânico) provavelmente sofre de segregaçao social,pois ele não é falante,desinibido como os outros,gagueja,porém tem uma excelente caligrafia,fala bem em público,mas na dinâmica não consegue por causa da pressão da juíza(psicóloga de rh)montar direito os quebra kbeças ou brincar de escravos de Jó. E esse distúrbio também bloqueia os movimentos tipo as pernas não ficam bambas elas endurecem,o semblante fica estranho,aparência de raiva,porém é de medoe tensão. Por que certos distúrbios deixam a pessoa tão transtornada ao fazer uma apresentação em público que elas desejariam não ter nascido,e as psicólogas dizem que o perfil dele não é compatível com a função,concordo que certas funções,tipo promotor de eventos ou vendedor interno,precisa pessoas desinvoltas e com boa extroversão,mas tem até função pra auxiliar de escritório por exemplo ou analista de sistemas que vc lida pouco com público que as dinâmicas barram e as tiram do mercado de trabalho como se não valessem nda gerando pessoas infelizes e mais transtornadas do que antes. Então para onde vão essas pessoas? com o que vão trabalhar? Será que irão morrer de fome ou terão de se sujeitar à ganhar bem menos do que sua capacidade,pq uma pessoa incapacitada o julgou e o excluiiu. Temos de analisar isto,pois isto é um tipo de nazismo embutido em uma filosofia barata. Provavelmente alguns desses indíduos ficarão deprimidos e sem esperança de uma vida melhor e ficarão ou com raiva de si ou dos outros o levando à práticas como tentar tirar a própria vida ou dos outros.Gera um indíviduo que pode se tornar perigoso,pois a falta de dignidade (trabalho)faz a pessoa pensar coisas erradas e se entregar à pensamentos não proveitosos. Também tem os testes de lógica pessoas q tem por exemplo DDA ou distúrbio do déficit da atenção dificelmente ou raramente passará em um teste psicotécnico. Pois nestes testes se exigem atenção e é isto que esse indivíduo não tem.Então qual a vaga dele? ou ele vai ter uma vaga diferente vagabundo mas não por que quer,vai ser taxado assim.Julgar o comportamento humano é algo tão complexo quanto decidir em fazer uma eutanásia ou abortar uma criança,pois um candidato à uma vaga,é uma vida,é um ser humano,um fruto de uma união social. Lembrando também que entrevistas é uma coisa muito estúpida e hipócrita,basta vc saber a resposta às perguntas feitas,pois a maioria das perguntas feitas tem respostas decorativas e hipócritas,pois vc tem de falar alguma coisa que vc não é,mas vc tem de falar que é para agradar as psicólogas,um exemplo disso é quando elas perguntam assim: Qual o seu ponto fraco? O indivíduo tipo tem de falar q tem um ponto fraco,porém tem que criar um argumento para dizer o que faz ou fez para superá-lo,exemplo tenho memória curta,supero isso anotando as informações que me são passadas.Isso tudo é um jogo de xadrez,porém é um jogo que já começa com as pedras adversárias em vantagem.Se vc souber o que é perguntado e como responder vc passa,tipo tem q falar o q ela quer ouvir,por mais que seja mentira. Ensina os indíduos á serem falsos e hipócritas. Tipo uma filosofia barata ou ciência abstrata. Lembrando ainda que Adolf Hitler pretendia criar uma raça nobre (ariana)todos à visão dele brancos,olhos azuis e loiros.Fazendo com que pessoas que não fossem ou tivessem estas características fossem torturados até a morte,exterminados ou escravizados pra sempre.A doutrina da psicologia de rh escolhe indivíduos sem defeitos à visão modista de caracteres à sombra da perfeição ,por exemplo relacionamento interpessoal bom julgado na dinâmica,desenvoltura ou destreza ao falar julgado na entrevista coletiva ou individual e escrita,pois se escrever muito pequeno segundo essa dourtrina vc é uma pessoa que pensa pequeno ou tem baixa-autoestima. Tudo sem garantias de erros ou acertos mas uma garantia tem,é que se o indivíduo não tiver ou pelo menos parecer que tem estes atributos ele tem as garantias de ficar na rua,ser excluído da sociedade ou ainda de ter transtornos psicquiatrícos críticos. Fora! Psicologia de rh e Rh (realidade hipócrita) é isso ai concordem ou discordem,coloquem sua opinião e se manifestem psicólogas de rh.Agora vcs estão do outro lado na cadeira de réu e aqui essa cadeira é garantida. link para a comunidade http://www.orkut.com/Community.aspx?cmm=139006

  18. Psicologia de Rh ciência abstrata!
    Psicologia de Rh ciência abstrata!Viu como o pessoal reage sobre a psicologia,ciência abstrata equívoca que aliena pessoas,destroi a confiança das pessoas,as faz de palhaços,torna-as vítimas de políticas de contratação excretadas pela mentalidade imaginária de pessoas prepotentes e sem qualificação se não uma doutrina barata filosofal. Pois seu trabalho é o de julgar pessoas se dignas ou não de se sustentar e sobreviver, Pegam o maior número possível de gente, as jogam para lá e pra cá,agendam entrevistas em um horário e chegam em outro e quando as pessoas já estão cansadas de esperar vcs aparecem fazem umas perguntinhas sem nexo e pronto,quando não muito,brincam com elas,fazendo com que muitas sejam humilhadas e debochadas na frente de outras pessoas.Além de se divertirem vcs ganham dinheiro e muito dinheiro com isso.Isso é o fruto de governos incompetentes que deixam lacunas em leis,fazendo então que surjam todo o tipo de maracutaia e políticas absurdas e sem fundamento inclusive vcs. Muitos empresários cheios de pressa e ganância contratam vcs achando que serão eficientes,pq são ágeis para reunir multidõesdesesperadas,e vcs de gestão de pessoas ou melhor digestão de pessoas as digerem e excretam pra rua.Nem sempre vcs sabem o que estão fazendo e precisam fazer o mais rápido possível pra ganhar o seu pão de cada dia,ganhando para desempregar pessoas,criando psedo-caracteres os prós aquilo e aquilo outro,pq vcs não tem competência para assumir uma função de psicólogas clínicas,infelizmente nosso país é vítima desta merda chamada psicologia de rh. Mas muitos empresários e também governos estão se manifestando e acordando testes estão sendo abolidos ,nós sempre estamos procurando conhecimento claro,vcs é que ficam estagnadas e inertes,se qualificam ou desqualificam para julgar uma pessoa se ela tem dignidade ou não,muitos destes teste foram utilizados nos estados unidos e extintos na década de 70,infelizmente o brasil só copia o que não presta.

  19. Curriculum Vitae de uma psicóloga de Rh
    Curriculum Vitae de uma psicóloga de Rh
    Perfil adequado : Dinâmica,Boa representação, Pró-pássiva,estúpida,rude,antipática,impaciente,pró-babaca,prepotente e olhos de serpente. Que saiba manipular pessoas,enganá-las,destruir seus sonhos e saiba brincar de dune-dê,dois ou um, Par ou impar e tesoura e papel,brincadeiras afins infanto-juvenis e sem fundamento e eficiência.

    Formação:Formada em digestão de pessoas, e Pós-graduação em desasistência social

    Qualificações:na verdade não precisa mas se tiver é bom experiência em exclusão social,saiba apilicar dinâmicas grupais,antipatia e ironia é fundamental para o perfil.

    os interessados Favor se dirigir à uma agência do desempregado mais próxima portando Carteira profissional,carteira de vacinação,atestado psiquiátrico de insanidade comprovado,exame de fezes,exames de urina dos últimos 3 meses e comprovante de renda,residência se tiver onde morar,atestado de antecedentes criminais,cópia de fotos 3/4 fazendo caretas e tomografia comprovando distúbios psicológicos e neurológicos afins. Essa documentação e características complementam o perfil do candidato. Por hoje é só pessoal,maiores informações entrem comunidade eu odeio psicologia de rh link http://www.orkut.com/Community.aspx?cmm=139006
    Atenciosamente: Setor de recrutamento

  20. Acho que a vida do ser humano,principalmente do desempregado,não deveria ser guiadas por teorias freudianas ultrapassadas,vãs e inúteis.A pessoa que precisa trabalhar é tratado com desrespeito,preconceito,humilhação e desmoralização por parte destes psicólogos e gestores de RH hipócritas e falsos desprovidos de qualquer sentimento de altruísmo,empatia e amor ao próximo.Acho as Dinâmicas de Grupo um desperdício de tempo e dinheiro e um pretexto para forçar o candidato a desistir de uma droga de vaga chorada numa empresa,às vezes até ganhando uma miséria.Por mim deveria destituir da sociedade esta raça maldita de psicólogos e Gestores de RH que não passam de carrascos.Não é à toa que o Brasil atravessa uma fase de desemprego galopante e a perda de prestígio de pessoas de bom potencial e bem letradas que poderiam ser uns bons funcionários.Esse tal de “Fale ou Trabalhe Conosco” não passa de hipocrisia das empresas para você ter um trabalhão pra se cadastrar por uma vaga de emprego que só Deus sabe por quanto tempo vai ficar o cadastro no Banco de Dados da empresa ou se você será chamado.É ficar à mercê da sorte.A pergunta que não quer calar é:Quando este capricho imbecil e insano das Empresas,do RH e de teorias de psicólogos vai acabar?O Brasil é o pior lugar do mundo pra se trabalhar.

  21. Como dito,que o Brasil só copia o que não presta,lamentavelmente isso é verdade.Convenhamos,se tal prática foi abolida na década de 70 nos EUA,então pra que o Brasil,que deveria erradicar o desemprego,adotou uma prática desumana,ridícula,inútil e esdrúxula de entrevista pessoal?
    O conhecido ditado “A União faz a força” deveria ser aplicado aos desempregados,vítimas dessa exclusão social em massa que são todo o tipo de forma de seleção e ingresso desse desempregado no podre Mercado de Trabalho.Os desempregados tem que parar de se sentimento de complexo de inferioridade e se unirem para protestar contra essas práticas arrogantes e vexatórias.O direito de o ser humano de trabalhar para prover o seu sustento e de sua família é negado por uma política trabalhista fraca e ineficaz.É lindo achar que por causa desses desgraçados,tem pessoas com seqüelas dessa desmoralização social que hoje se encontram numa situação de: desespero,desânimo,falta de perspectiva profissional e pessoal,incerteza.Por causa disso,esses desempregados acabaram prostrados numa cama ou fazendo tratamento psiquiátrico para Síndrome do Pânico (ou Fobia Social).De tanto os Psicólogos e RHs tratarem pessoas sedentas por emprego como doentes mentais,ironica e infelizmente,estes acabaram se tornando em pessoas mental e emocionalmente pertubadas.Não é justo que pessoas que dariam bons profissionais acabem assim,com a auto-estima lá embaixo.Não entendo porque o Governo pouco se interessa por esta situação desgraçada da dificuldade de conseguir emprego.Os Desempregados devem se unir!!!!

  22. Senhor Anônimo Desempregado:

    Achei bem interessante a tua frase: “Os desempregados devem se unir“.

    Mas para isso, eu sugiro a você uma coisa: o que você acha de criar um bom texto com conteúdo, ao invés de encher desse modo a caixa de comentários?

    Acho que todo bom argumento é bem quisto, especialmente para ajudar a convencer os contrários e para obter aliados. Fica para você a sugestão, sobre articular argumentos sobre as mazelas do desemprego, e quem sabe até articular algum tipo de movimento.

    Tenho certeza de que um bom texto nunca passa desapercebido, e especialmente nos dias de hoje, com tantas barbaridades, mereceríamos melhores articulações.

    um abraço,

  23. Em primeiro lugar,obrigado pelo elogio da frase,mas acho que o meu comentário foi mal interpretado.O que eu quis dizer com a “união dos desempregados” é que eles não deveriam se sujeitar às regras injustas,humilhantes e parciais impostas pelo Mercado de Trabalho,RH,Psicólogos e outros e de os desempregados a se valorizarem mais e agir com e não com o intuito de arranjar adeptos ou liderar algum tipo de movimento.Não tive intenção de encher a caixa de comentários,mas acho que cada um tem o direito de dizer não só o que pensa,mas o que vê.Para tal,peço desculpas.Eu só fiz esses coomentários por estar indignado com o tratamento recebido pelos desempregados.Eu também sou um.

  24. Senhores:gostaria de dizer que as Dinâmicas de grupo e os testes aplicados por psicólogos de RH, nunca são avaliados sozinhos, existe uma série de outras coisas q estão sendo avaliadas no momento em que vc está respondendo às questões do teste ou participando das dinâmicas. Realmente, se uma empresa necessita de um profissional q vá trabalhar com o público, ele com certeza não pode escolher alguém com muitas dificuldades de comunicação, mas se a vaga for para um engenheiro por exemplo, com certeza a forma como ele se comunica não fará mta diferença, e sim, seus conhecimentos acadêmicos. Antes de “descer a lenha”nos psicólogos vcs deveriam estudar tudo o q eles estudaram, e entender o porquê de eles fazerem tais dinâmicas antes de julgá-los. Somente para finalizar, gostaria de lembrá-los, que em toda profissão existem profissionais ruins, isso mostra q vcs não podem simplesmente generalizar a classe. Desde já, agradeço a atenção!!!!

  25. Descer a lenha nos psicólogos?!Não acredito que ainda defendam esses profissonais do campo de Recursos Humanos e Psicologia?!Quem defende a atitude deles,deveria é se por no lugar de quem está desempregado.Parem de tratar desempregados como se tivessem alguma doença contagiosa.O país está do jeito que está devido à falta de interesse por parte de empresas arbitrárias que imitam os EUA por adotar essas práticas freudianas inúteis para avaliação de um candidato a uma remota vaga de emprego.Então qual seria a solução para uma pessoa desempregada que tem as oportunidades negadas para pagar contas como luz,condomínio/aluguel,IPTU,IPVA,telefone,gás,água,escola,saúde e alimentação?Vocês,representantes de Recursos Humanos e Psicólogos,demonstrem um pouco de compaixão,incentivo e empatia para com o trabalhador desempregado.TRABALHADOR FELIZ,SATISFEITO E BEM REMUNERADO PRODUZ MAIS!

  26. OLÁ..para os nossos aliados!que bom ler tantas verdades verdadeiras!e bota verdadeiras nisso! Há quem chame isso de apelos demagogos ou exageros à parte, que na verdade não é “a parte”, pois esses exageros não existiriam se esses fatos exagerados não persistissem tanto na sociedade como ainda persistem. Afinal de contas, todo exagero tem um fundo de verdade!Não é mesmo?
    Hoje sou servidora concursada Graças a Deus, o que foi a minha única saída desse suplício que parecia sem fim que significou a minha época de correr atrás de emprego, não gosto nem de imaginar como eu ainda estaria se não fosse esse ABENÇOADO E SUADO CONCURSO!Sinto-me menos cansada trabalhando e estudando, do que quando eu corria atrás de tantos SONOROS NÃOS!E eram seqüenciais….
    Vocês já ouviram falar que para conhecer de pertinho o inimigo, a pessoa tem que se aproximar para aprender sobre os seus pontos fracos? Então, ..é mais ou menos por aí…eu estou fazendo o curso superior de Gestão de RH.rs…pois é, e ninguém melhor do que quem está nessa área pra meter a colher em projetos de lei que visam o repúdio ao abuso das dinâmicas de seleção.Eu pretendo começar isso conscientizando na visão política a necessidade de um auxílio social que obrigaria todas essas empresas a custear o absurdo de PASSAGEM que esses candidatos ficam gastando em cada etapa de processo.Quem sabe assim esse povinho pensaria duas vezes antes de convocar 200 pessoas pra preencher 1 só vaga?!! Não….rs…e o pior é que quem avalia 200 pessoas deve se achar o maioral por saber identificar apenas 01 Gênio em 200 fracassados.
    Isso já passou da hora de constitucionalmente virar um atentado à integridade moral dos seres humanos (brasileiros), na situação de luta do quadro repleto de dificuldades que o nosso país ainda atravessa! Você não tem idéia do quanto esse toco seria um navio em alto mar abrindo brechas pra outros aprofundamentos que voltassem mais a atenção em cortar cada vez mais essas asinhas que também correm o risco de crescer cada vez mais e contribuir cada vez mais para marginalizar quem quer ser alguém na vida.
    É minha gente….Vamos correr um pouquinho mais contra tempo, antes que este corra com a gente nessa alta velocidade em que ele está passando…
    Eu desejo força e paciência pra quem ainda esteja passando por isso, tenho certeza que Deus também vai dar um empurrãozinho nessa luta, desde que todo mundo faça força pra puxar essa corda (da corja).
    Beijos e muita paz pra todos…enquanto isso vou procurar fazer a minha parte..e bem feita, mesmo não sendo nenhuma poderosa.

    Ah…pesquizei um texto ótimo que por chamar mais atenção ao fato,reforça e impulsiona um precioso projeto que se faz urgente..tá aí> http://www.rhcentral.com.br/artigos/abre_artigo.asp?COD_TEMA=1076

  27. Acho que as empresas,multinacionais ou não,já passaram dos limites de promover essas bobageiras de processos seletivos sem o menor fundamento como as famigeradas e odiosas Dinâmicas de Grupo e outras formas absurdas de avaliaçõa para uma pobre multidão de desempregados a disputar uma ou poucas vagas choradas de emprego.Ninguém tem o poder de exigir que um ser humano seja perfeito no tocante ao emprego,desde a entrevista até uma remota possibilidade de trabalhar.
    É inconstituicional da parte desse pessoal de seleção,RH,Psicólogos,etc impedirem o direito,que antes era um dever,de o cidadão brasileiro trabalhar para ter os seus direitos ao salário em si,bem como outros benefícios.
    Agora eu pergunto a todas estas pessoas responsável pelo quase impossível ingresso (ou reingresso) a um Mercado de Trabalho injusto:
    AO NEGAREM A OPORTUNIDADE DO DESEMPREGADO,MESMO COM AS EXIGIDAS QUALIFICAÇÕES,QUAL A CONTRIBUIÇÃO QUE VOCÊS,GESTORES DE RH,CHEFÕES DE EMPRESA,PSICÓLOGOS DÃO PARA REDUZIR DE UMA VEZ POR TODAS O ÍNDICE DE UM GALOPANTE DESEMPREGO?
    Por causa de um “capricho” copiados pelos EUA é que muitos desempregados além de perderem o seu direito de ter um emprego digno e de exercer sua cidadania,perderam o respeito próprio,a auto-estima e lamentavelmente acabaram no ostracismo.

  28. CARO CATATAU,

    ACHO QUE A ÚNICA MANEIRA DE ACABAR DE VEZ COM AS DIFICULDADES DE SE CONSEGUIR EMPREGO É DE ACABAR COM ESSA BESTEIRA DE TESTES PSICOTÉCNICOS E DINÂMICAS DE GRUPO DE UMA VEZ POR TODAS.EU PERGUNTO O SEGUINTE,PRA QUE TEM QUE TER ISSO?
    JÁ É UM DRAMA A SITUAÇÃO HUMILHANTE QUE O BRASILEIRO PASSA PARA EXERCERR O SEU DIREITO DE TRABALHAR PARA PROVER O SEU SUSTENTO E DE SUA FAMÍLIA.AS EMPRESAS TEM QUE POR UM FIM NESSA HIPOCRISIA DE AS DINÂMICAS SÃO UMA BRINCADEIRA PARA SE DESCONTRAIR,SE SOLTAR E POR AÍ AFORA…O QUE MUITOS INCAUTOS NÃO SABEM É QUE QUEM ORGANIZAM ESSE TIPO DE “ATIVIDADE” SÃO OLHEIROS PARA VER QUEM DÁ UM PASSO EM FALSO OU NÃO SEM SE IMPORTAR SE FULANO OU CICLANO PRECISA DEMAIS DO EMPREGO.DESDE QUANDO COMEÇOU ESSA PRAGA DE PSICOTÉCNICOS E DINÂMICAS GRUPAIS,ONDE PESSOAS ESTRANHAS E DESEMPREGADAS SE VEEEM FORÇADAS A SER DAR BEM UM COM O OUTRO,É QUE O DESEMPREGO AUMENTOU VERTIGINOSAMENTE E OBVIAMENTE QUE NINGUÉM FAZ NADA PARA QUE ESSA PESTILÊNCIA CHAMADA DE DESEMPREGO ACABE DE VEZ.

    RE: Isso, Junior, em algum ponto você atingiu o ponto. É claro que as técnicas de seleção não acabarão. Mas você toca em dois pontos fundamentais: (1) deve-se ter conhecimento da seleção, e de como ela funciona (para apontar as irregularidades, quando ocorrem); e (2) Deve-se, sim, agir para que o desemprego acabe de vez. Como? Não estentendo o olhar apenas para o selecionador e a empresa, mas para o contexto que gera selecionadores injustos, e desemprego.

  29. O povo precisa trabalhar!
    O Brasil,além de não oferecer condições para que uma deteminada pessoa possa ter um emprego com condições razoáveis para provisões para ele(a),bem com o para seus familiares,impõe obstáculos como a exigência de experiência,a cortesia forçada para lidar com entrevistadores e atendimento ao público.Por isso que muitos brasileiros vão tentar uma vida profissional no exterior (EUA e/ou Europa),sendo a sua grande maioria de permanência ilegal.Como se não bastasse os Psicólogos,que no campo da seleção de pessoal para emprego,se acham que estão ‘com a faca e o queijo na mão’ para decidirem que fica com a vaga de emprego ou não.Acho que a Psicologia não deveria nunca ter se intrometido no setor de RH,só tem atrapalhado as chances de que precisa de verdade de um emprego.Quem está desempregado ou insatistefeito com um empreguinho mal-remunerado e com péssimas condições de trabalho e convívio com patrão e colegas,tem pressa para conseguir “um lugar ao Sol” em sentido profissional e não de ser taxado de retardado,tímido e inseguro.Isso não serve de incentivo.

    RE: Mas Fernanda, se a psicologia não se intrometesse no RH, as coisas seriam melhores?

  30. Ok FErnanda, estou me formando como Gestora de RH, e comprrendo que o papel do GESTOR DE RH (E NÃO DO PSICÓLOGO QUE DEVERIA CLINICAR) é jogar com o capitalismo. OU seja, implantar QVT, planejamento estratégico. Mas e aí? Muitos desses gestores podem se corromper em meio ao problema triste e social que se instala com irônia de usar a CRISE como desculpa mesquinha pra mandar embora. O Gestor de RH tem um papel social sim! E vocês que estão lendo isso não tem noção do quanto eu tenho forças interiores e psíquicas (espirituais) para tentar reverter esse quadro. DEixa só eu terminar esse curso e ter mais tempo…é uma missão que eu tenho, e não tenho medo da morte! Não tenho medo de ser ameaçada pelas tentativas de repúdio a exclusão capitalista…se eu morrer depois de conseguir fazer valer uma LEI específica para essa prática pelo menos na minha cidade -BH, eu morrerei FELIZ! Porque só eu sei o que eu passei em dinâmicas de processo seletivo até que um dia eu fui aprovada em um concurso público do estado – que não é grandes coisas, mas ninguém pode me mandar embora de um dia pro outro!
    POrtanto FErnanda, deixo aqui um conselho: Estou por dentro das sabotagens psíquicas que os psicólogos usam – e ao apontá-los como quem chama os outros de retardado e etc, você estará dando uma arma para eles fazerem coisa pior ALEGANDO que fulano é COMPETENTE SIM , mas não está no perfil, infelizmente “sinto muito” ” sei que o desemprego é fator desmotivacional na sociedade”, entendeu? E É ASSIM QUE ELES FAZEM! O que dói na mesma proporção ou até mais, pois quando somos chamados de retardado- somos estimulados a dar resposta rápida, mas quando escutamos esse discurso o nosso sistema de mecanismo de defesa custa a ingerir e digerir causando uma doença psíquica depois de remoer aquilo que nos tortura!
    Na verdade o que falta nesses psicólogos é SOLIDARIEDADE, ÉTICA E RESPONSABILIDADE SOCIAL!
    Abraços…e vamos lutar, se não…DEIXO AQUI UM TRECHO QUE COPIEI DE UMA PESSOA DESSE BLOG QUE FALOU MUITA COISA INTERESSANTE:
    “Eu desejo força e paciência pra quem ainda esteja passando por isso, tenho certeza que Deus também vai dar um empurrãozinho nessa luta, desde que todo mundo faça força pra puxar essa corda (da corja).
    Beijos e muita paz pra todos…enquanto isso vou procurar fazer a minha parte..e bem feita, mesmo não sendo

  31. E aí, como tocar as autoridades, o Lula vai ou não botar limites nas demissões?
    E pior, que autoridade irá controlar a distribuição de vagas? O GOvernador Aécio Neves e os demais que não é né!

    RE: Você pode ser ativo onde vive, primeiramente votando bem, e em segundo lugar exigindo dos teus candidatos ações efetivas, ser chato mesmo.
    E você pode ser “chato” também para com os responsáveis pela seleção. “Chato” não no sentido de ficar empezinhando, mas no de não se contentar até que se explicitem critérios objetivos de seleção (mesmo que não sejam tão objetivos assim).
    Desse jeito você começa a “tocar as autoridades”.

  32. Entendo a revolta e a mágoa da Fernanda.Estou no mesmo barco e hoje quem não está?

    Por causa desta praga maldita chamada DESEMPREGO ,me vejo forçado a trabalhar em casa fazendo “bicos” de serviços de Manutenção de Informática.E fiz um alto investimento e em vão com Ensino Superior em Informática,mas por causa da minha falta de experiência,não porque quis assim,mas por ter várias propostas de emprego negadas por um povo insensível que são os Psicólogos,Gestores de RH,de Dinâmicas e por aí afora que ao invés de contriburírem para reduzir o Desemprego de uma verz por todas,ficam defendo filosofias freudianas.

    Como disse a nossa amiga Fernanda:”O Povo precisa trabalhar!”O que ninguém entende é que esta situação não é brincadeira.eu por exemplo,por ter ficado tanto tempo sem trabalhar (à contra-gosto),tive que abrir mão de muitas coisas que pra mim eram indispensáveis e prazerosas como viagens e outros tipos de compra e aquisições.Se não fosse pela ajuda da minha família,estaria ferrado em sentido de sustento.Já as empresas em si não estão nem aí se a pessoa desempregado ou que tem um emprego precário,tem um monte de contas pra pagar como Aluguel,Iptu,Condomínio,Luz,Gás,Água,Cartão,etc,ouse a mesma pessoa está pasando fome,necessidade ou foi despejada ou teve que cortar fornecimento em sua casa por falta de pagamento,ou que não pode fazer um curso,até exigido por uma empresa por ser caro demais.Entendam uma coisa:A maioria dos brasileiros não é milionária.

    Acho que deveria banir de uma vez por todas a Psicologia do RH que só serviu até agora para atrapalhar as chances de que precisa de ewmprego,e rápido.E também da Psicologia para de se intrometer na vida alheia.Cada um faz o que quer,desde que não prejudique a si próprio(a)e ao próximo.Psicólogo não é perfeito e nem sabe de tudo,aliás,ninguém é.Todo mundo comete erros,até os Diretores das Empresas e Responsáveis por RH que tanto exigem perfeição de um Candidato a emprego,também são falhos.

    Ontem,dia 1.o de Maio foi Dia do Trabalho.Grande coisa!O que alguém desempregado ou que tem um emprego mal-remunerado,além de aturar patrões e colegas exigentes,mandões e invejosos,sem falar na instabilidade desse emprego,vai comemorar O QUÊ nesse Dia do Trabalho?

    RE: Olá Luiz, tudo bem?
    Talvez algumas coisas sejam importantes quanto a tuas questões: 1) informar-se melhor sobre as competências dos psicólogos (que são necessárias sim), para até saber como agir numa situação de seleção; 2) ter ciência de que nada que você faz ou deixa de fazer é separado de alguma esfera política; e 3) rever qual é o verdadeiro significado do dia do trabalho, para daí empreender algo

  33. Prezado Catatau,

    Em primeiro lugar,já me informei até demais e não estou questionando a competência desses “profissionais”,mas sim que deveriam ficar de fora do processo de seleção,acho que eles só atrapalham ao invés de ajudar.Psicólogo deveria tratar de gente retardada e não de se meter na vida pessoal e profissional alheia.

    Com devido respeito meu caro Catatau,você por acaso trabalha na área de RH ou similar?

    O pessoal responsável pelas vagas de emprego nunca na vida ficarou desempregado ou precisou sustentar a si prório,bem como a sua família?Ou se puseram no lugar de quem precisa de um emprego e rápido?

    Também não tem a menor idéia do que é estar desempregado por mais de 5 anos,mesmo depois de ter feito faculdade e outros cursos.

    Passe bem.

    RE: Olá Luiz!
    Creio que não vem ao caso se “eu” trabalho ou não com RH, ou se já fiquei ou não desempregado. O que vem ao caso é ter bom senso.
    Por isso eu te aconselharia a rever os pontos que chamei a atenção na outra resposta. Eles dizem respeito não ao que “achamos” ou não, mas ao que podemos fazer. Independente de você manifestar sua indignação por aqui, importa o que se pode fazer de fato, e aqueles três pontinhos talvez indiquem um começo. O próprio texto acima busca polemizar as percepções sociais do psicólogo, e assim também tem seu papel.
    Agora, uma coisa importante: tome cuidado com tua falta de informação, psicólogo não “trata de gente retardada”. “Retardado” é um termo muito preconceituoso, e em desuso pelo menos a 100 anos.
    E sim, é atribuição do psicólogo trabalhar também em setores nas empresas. Essa é a questão: se informando melhor você poderá ver BEM quais são as atribuições de um psicólogo, podendo assim requerer seus direitos quando perceber que uma seleção não foi coerente.
    Novamente, o que importa é o que podemos fazer na situação brasileira de desemprego.

  34. Certa vez ,fui humilhado em um processo seletivo por uma psicologa arrogante e desequilibrada pois a mesma começou a fazer um verdadeiro interrogatorio e perguntar sobre minha vida intima, orientação sexual, time de futebol,religião etc etc e no mesma hora squei que a mesma estava procurando algum pretexto pra criar algum obstaculo pra minha contratação.

    A coitadinha teve azar pois eu estava gravando a entrevista e por isso estou processando a Empresa por preconceito.

    Eu muito bem orientado por meu irmão que é ADVOGADO TRABALHISTA, cujo a sua meta é a de ferrar com PSICOLOGOS METIDOS A BESTAS.

    RE: Essa é a boa questão, David (embora esse palavreado chulo nunca levou a nada): buscar saber os parâmetros de uma entrevista, os critérios necessários para a vaga, e enfim como a seleção se adequa aos interesses da própria vaga.
    Pressupomos aqui que o entrevistado não age de má fé, pois um bom selecionador não é obrigado a contratar alguém simplesmente pq o candidato quer.
    Admitindo o ponto acima, selecionadores ruins e mal intencionados devem ser contestados, na entrevista, na empresa, ou na justiça

  35. É tão fácil enganar essas psicólogas de RH em entrevistas… É tão fácil inventar um currículo e fazer alguém acreditar que ele é verdadeiro…

    É só saber ser ator. Aliás, enganar mulher é a coisa mais fácil do mundo.

  36. Ao criador do Blog,

    Boa tarde, na verdade você criou esse blog movido a que?
    A se criar uma consciência mais justa sobre o que os candidatos ainda continuam passando com entrevistas e dinâmicas, até hoje, humilhantes?
    Caso seja, você é mais um missionário encarnado, mas você tem alguma sugestão para sanar esse problema?

    RE: Oi Justiceira!
    Discutimos algumas sugestões acima, nos comentários.

    O entrevistado deve se informar sobre as atribuições do psicólogo, cobrar uma devolutiva sobre o processo de avaliação e se informar sobre que tipo de abordagem pode ou não ser considerada humilhante. Toda situação em que expomos nossos caracteres íntimos diante dos outros, especialmente em seleção profissional, é complicada. Ninguém vai ao médico expor o corpo sem cobrar uma devolutiva. O mesmo deve ocorrer com o psicólogo ou o avaliador. Já viu avaliação sem retorno? Obviamente o entrevistado deve também se informar sobre que tipo de retorno convém a cada tipo de avaliação.

    Diante de ocasiões negativas, deve-se acionar a justiça. E o avaliado deve também discernir se está sendo injustiçado ou malandro, pois o feitiço pode rapidamente virar contra o feiticeiro.

    Dos dois lados, deve-se evitar a malandragem. Só assim esse tipo de prática não é reforçado.

  37. Parabens pelo texto e pela abordagem sincera e direta que fora realizada aos psicólogos de rh. Que comprovodamente a famosa “empatia” com o candidato, é fator de maior peso na hora de escolher o empregado. Brincadeiras de recorte e de “escravos de jó”, são bem humilhantes, como se fossem soldados aceitando ordens de seus superiores. Será que a volta da imbecilidade é fator de competência dos candidatos. Há fatos mais graves da industria dos desempregados que são os Cathos, manager, empregonet.com.br, entre outros que cobram e lucram para expor seu curriculo para vagas muitas vezes ridiculas e outras nem isso.

  38. A besta moda da atualidade agora é investigar candidato através de redes sociais na net (leia-se orkut, facebooks da vida e etc). Agora a vida pessoal do candidato é mais um empecilho idiota imposto pelas empresas. Abominável é saber que ninguém tem mais o direito de expor sua personalidade, mostrar aquilo que é, sob pena de viver eternamente desempregado. O que isso interessa à uma empresa? A vida particular das pessoas é problema delas, e não de uma empresa privada! O que a empresa quer saber, independente disso tudo, é que o empregado trabalhe bem, execute suas funções da melhor forma possível, que seja pontual no trabalho. Fora dali não interessa, é problema dele o que quer que ele faça! Mas infelizmente estamos submetidos ao idiotismo, em que esses salafraios pessoal de RH decidem quem trabalha e quem não trabalha, pois usam critérios arbitrários ou simplesmente não usam critério nenhum. Testes ridículos, dinamicas de grupo bestiais relegam o desempregado à situação ridícula e vexatória, obrigado a expor sua vida particular pra quem não conhece e no finlal, acabar eliminado, ouvindo ainda a asneira de que seu cv vai estar arquivado na empresa, é pura balela. Agora os canalhas dos deputados e senadores, que não precisam passar por nada disso, são admitidos para ganharem fortunas todo o mês pra não fazerem p#*%@ nenhuma, isso ninguém questiona, claro! Cargo eletivo é mole, até eu conseguiria! Querem grande conselho! Estude sim, mas faça concurso público, bem melhor que estar se humilhando por um emprego que vc não vai conseguir nunca, ou então se filie a um partido e tente virar político.

  39. Ah gostaria de finalizar parabenizando muitíssimo o Catatau por este blog, que vem à tona desmascarando quem são essa verdadeira corja de profissionais de RH brasileiros, e desvencilhar isso da verdadeira e bela profissão de psicologia.

  40. Não quero generalizar, mas tirando as exceções, não acredito na capacidade da maioria dos profissionais que são psicólogos atuando na seleção de pessoas, acredito que o profissional deva fazer o teste prático e entrevista com o seu futuro chefe, e só depois falar com o psicologo, mas só para tratar da questão do perfil psicológico, não de currículo, ou competência técnica, pois dificilmente este terá condições plenas para fazer uma avaliação real disso. Dificilmente um psicologo irá entender de negócios, e muito menos entenderá da parte técnica ligada a função do futuro contratado. Já vi cada besteira desse tipo de profissional em RH.

    Segue algumas:
    01. Visível a não leitura do currículo do candidato, e muito menos se dispões a faze-lo na hora da entrevista, que seria o natural.
    02. Desconsiderou estágios na áreas. (Existe lei, e fala que estágio é sim experiência profissional)
    03. Por não entender alguns jargões da área ou a falta de leitura do currículo, simplesmente falou que o candidato não era experiente na área. (Pasmem, eu vi isso).

    Falem o que quiser, mas não acredito na competência desse profissional em algumas etapas do processo de seleção. E fica aqui uma observação, dependendo do tipo de empresa o Conselho Regional de Administração multa e obriga que a empresa tire este profissional do cargo, pois entende que este profissional não deveria estar ocupando aquela função.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s