Do “Medo” ao “Cansei”

Dizem que brasileiro tem memória curta. Mas todos ainda se lembram daquela interpretação melodramática da Regina Duarte durante o "grande medo" que assolou o Brasil – ou uma parte bem específica dele – na primeira eleição de Lula: "Eu tenho medo…".
 
O "medo" conviveu com uma série de índices um tanto confusos na época, tais como a subida do risco Brasil e do dólar. Lembramos quanto esses índices prejudicaram a imagem de Lula, na época, e quanto também devem ter beneficiado muitos especuladores. Sem contar os temas ingênuos de que Lula seria um Chavez, estatizaria tudo, comeria criancinhas, e coisas do gênero. Mas não é esse o assunto.
 
O assunto é a recente foto do movimento "Cansei", vinculada em algumas revistas de grande circulação brasileiras, e que acabei de ver no Marcio Pimenta (que viu no Gomes), e que tomo  a liberdade de reproduzir:
img406/8734/can1mo8.jpg
 
Para contribuir com o Marcio e com o Gomes, reproduzo o texto que acompanha a foto: 
Se você já cansou de gente que só quer levar vantagem, do governo paralelo dos traficantes, de pagar tantos impostos pra nada, de tanta impunidade, de tanta burocracia, do caos aéreo, de CPI´s que não dão em nada, de ver crianças nas ruas e não nas escolas, de presidiários falando ao celular, de empresários corruptores, de bala perdida, de tanta corrupção, de medo de parar no sinal, de achar tudo isso normal.
Dia 17/8 1h. da tarde mostre sua indignação e faça um minuto de silêncio pelo Brasil.
Apenas continuando a roda de chimarrão, fico me perguntando se existe um brasileiro que não se cansou disso tudo. O curioso, como comentei no blog do Pimenta, é perguntarmos por QUEM hoje em dia cansou, e QUANDO cansou. 
 
Já não estaríamos "cansados" faz tempo? Para quem tem alguma memória, se existe algum "cansaço", pergunto se todos os movimentos sociais legítimos do Brasil não são por excelência a expressão dele. Hoje querem relativizar 500 anos de um Brasil que serviu para tudo, menos para o interesse dos brasileiros. Vários movimentos sociais legítimos foram criados durante o último século, e que estatuto a "opinião pública" confere a eles? O do silêncio, ou da discriminação. Movimento social, para os que nunca os viram e não os conhece, é coisa de vagabundo e desordeiro. Enfim, é o que viram por meios bem indiretos, como certas TV´s (de cumplicidade duvidosa) e revistas (também duvidosas).
 
Os movimentos sociais, portanto, configuram uma bela expressão do que seria um legítimo Cansei. Mas que nada, não lhes damos ouvidos… (e engraçada essa divisão: "nós", e "eles"). Agora que a coisa ficou bem passional e afetou confusamente aqueles 7% da população que vivem com mais de 2 mil reais por mês, querem conferir a verdadeira voz – aquela que não foi concedida a multidões em movimentos sociais – a poucos gatos pingados. Veja só, até nós, blogueiros, estamos comentando a respeito. A voz dos movimentos sociais permanecem lá onde sistematicamente insistem em deixá-las: cansadas, e caladas. Que tipo de reivindicação deles é levada a sério?
 
Pois se esse movimento "Cansei" é apolítico, o Gomes mostrou uma coisa bem engraçada:
img117/2254/can2wc7.jpg

E os movimentos sociais lá, calados, e cansados.
 
***
 
E o movimento Cansei tem até comunidade no Orkut.
 
Interessante visitar os tópicos, e ver nos próprios integrantes uma certa atitude titubeante: para quê mesmo serve o Cansei? E após o acidente da TAM, agora que as investigações prosseguem, e a comoção cede lugar à razão, como é que fica? O movimento Cansei tentou nascer junto com o último acidente aéreo; mas passados os ânimos, não se desenvolve, não encontra "espírito" algum.
 
Outros participantes, ainda, vem com o velho argumento do povo como massa de manobra. O "povo" não participa do Cansei porque é alienado, contemplado com o Bolsa Família, e enfim, prefere "não pensar". Raciocínio complicado, e que de muitos modos compartilha de certas idéias um tanto ultrapassadas.
 
De tudo isso, o que continua realmente estranho é toda essa voz conferida ao Cansei. Quem cansou,  e para quem é a voz dos cansados? Como os "cansados" lidariam com os movimentos sociais, já efetivamente "cansados" há décadas?
 
***
 
Como não poderia deixar de ser, esse post também tem ressonâncias com esse texto do Marcio Pimenta, e esse outro do Rafael.
 
O texto do Marcio chama a atenção aos movimentos sociais, e como um movimento "cívico" tenta se destituir de seu próprio caráter político.
 
O do Rafael trata de um manifesto contra a ausência de sentido dos "cansados". Sem querer querendo, uma ressonância bem próxima nos 3 blogs 😉
 
Anúncios

10 comentários sobre “Do “Medo” ao “Cansei”

  1. Caro Catatau,

    Só posso aplaudir a você. A lucidez está muito explicita no texto e você chama atenção para algo muito, muito importante: quem ao final das contas são os alienados?

    Abraços! Vou guardar o link, por que até o final da semana voltarei ao assunto e este texto será referência.

  2. Falta legitimidade ao movimento. Além disso, ainda com a mídia dando espaço pra ele, acho que falta objeto, por isso não tem chance de decolar. E a OAB/SP pode até negar, mas as fotos do post bastam para que cheguemos a uma conclusão quanto ao caráter político do ato.

    RE: De fato, Renata, a coincidência das fotos e das circunstâncias foi formidável

  3. Só espero que esse movimento ganhe força, pq tá complicado a situação aqui no Brasil..

    Encontrei seu site através do blogblogs (procurando pela palavra fotografia)

    Ah, lá no meu site coloquei uma lista de mais de 60 links para tutoriais, actions, fóruns, softwares e ferramentas on-line, tudo voltado a fotógrafos e amantes da fotografia. Se vc puder, dá uma olhada nele (link no meu nome) e me diz o que achou.
    Abraços.

    PS: adicionei vc como favorito lá no BlogBlogs. 😉

    RE: Obrigado pela dica e pela menção, Canha
    abração,

  4. E eu cansei de gestos e campanhas inuteis, isso sim. O Cansei não debate, não propõe, não esclarece… ele se aproveita de um sentimento difuso de indignação e é tão paralizado quanto a atitude que ele acusa o povo de ter.

    RE: Falou tudo, Fernanda
    abração,

  5. Esse movimento eu não entendi muito bem para que veio pois li muita informação desencontrada. Isso que dá estar morando longe de grandes centros…mas pelo que vi não tinha só rico e artista, tinha um pouco de classe média no meio.

    Movimentos organizados na rua à parte, o que eu penso é que a solução para começarmos uma mudança maior na sociedade é a iniciativa pessoal de cada um que se pretende Cidadão, a partir de atos cotidianos simples, para que a somatória de todos resulte em uma convivência mais fraterna.

    Eu acho que essa onda de sair agitando muito acaba por esfriar uma hora, o lance é a pratica constante de atos de cidadania, para que sirva como exemplo para o seu filho, seu vizinho, sua comunidade. O exemplo pessoal é uma poderosa ferramenta pedagógica e para nossa atual situação, um caminho importante.

    Abs

    RE: Com certeza, Marcus. Mudanças individuais, e transformação no sistema das relações, poderia ser um bom caminho, não é mesmo?

  6. PUXA!
    Ótimos argumentos, parabéns!
    Passei para dar uma olhada nas últimas e que grata surpresa.

    Grande caminho Sr Catatau!

    Abçs!

    RE: Salve Mister!
    Bom reencontrá-lo por aqui. Sigamos, sempre compondo forças!
    abração,

  7. Agora estou com PC bom e Internet idem… assim… as visitas aqui ficarão mais frequentes!!!

    Olha… qto ao “cansei”… isso é mesmo uma piada!!! e tbém foi objeto de uma reflexão em meu Blog alguns dias atrás!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s