Os arquivos da Inquisição, e o julgamento de Galileu Galilei

img82/4756/librorumvr2.jpg
  
Muito se diz sobre a Idade Média ser uma "idade das trevas", repleta de preconceitos, opressões e práticas bárbaras. Em via contrária, cada vez mais se propaga que a Igreja era a única instituição ainda existente com uma dose mínima de coerência, durante a época: nela ela confluiu o que se poderia chamar de "conhecimento" e "moral", para além de todos os recortes fragmentários.
 

No centro das discussões figura a Inquisição. Para os críticos, por ela a Igreja não economizou em intolerância, violência e atrocidades, julgando erroneamente e queimando loucos e delinquentes como se fossem feiticeiros. Segundo outros revisionistas, haveriam motivos para crer que a Inquisição seria parte em um universo de outros tipos de procedimentos, com coerência própria e apenas vista como "inumana" para historiadores que adotam postulados "humanistas" como ponto de partida.   
 
img259/5075/rari20e20preziosixh8.jpg

 

 
Segundo notícias recentes, a Igreja expôs pela primeira vez alguns documentos raros da Inquisição, até então abertos apenas para estudiosos. Pena que não houve maior divulgação. A exposição chama-se Rari e preziosi. Documenti dell’età moderna e contemporanea dagli Archivi del Sant’Uffizio. Constam termos regulamentares, procedimentos de julgamento, e correções de desenhos das imagens. Ainda, a defesa – na linha do já divulgado L´Inquisizione, de Agostino Borromeo – de que execuções "bárbaras", como queimar condenados, foram empregadas em pouquíssimos casos (na Espanha, por exemplo, apenas 1,8% dos hereges teriam sido queimados).
 
É surpreendente, entretanto, que até agora não consegui encontrar nenhum link da exposição. A maior parte dos sites divulgam apenas um e-mail dos organizadores, do Museu Vittoriano de Roma. As melhores fotos, por enquanto, estão aqui.
 
Rodeando essa mesma questão, por via dos "Arquivos Secretos do Vaticano" encontrei algumas preciosidades.
 
img213/5568/galileu1lk0.jpg
"Alla presenza del Granduca, Galileo effettua l’esperimento della caduta dei gravi dalla torre di Pisa", de Luigi Catani (1816)
 
A primeira trata do julgamento de Galileu Galilei. Os Arquivos dispõem uma compilação de 1984 intitulada I documenti del processo di Galileo Galilei. Constam lá fortuna documental do próprio processo contra Galileu (cuja totalidade ainda não foi reunida), e outros documentos da Doutrina da Fé.
 
Sobre Galileu, o Museu de História da Ciência de Florença não economiza material, como a exposição virtual em 3D, exposições diversas, busca detalhada, e a "Galileuteca", com farta lista documental.
 
Mais links, adiante (torcendo para que haja maior divulgação dos documentos!). Alguns links podem estar quebrados, especialmente o da Galileuteca. Tão logo encontre uma fórmula universal para vincular, corrijo. Vale muito a pena conferir.
 
Anúncios

Um comentário sobre “Os arquivos da Inquisição, e o julgamento de Galileu Galilei

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s