Gagged in Brazil

 
O pequeno documentário acima não traz muitas novidades. Mas, dentre elas, traz uma eterna: a cumplicidade entre interesses privados e "projetos" de governo.
 
Salta aos olhos o enquadramento jornalístico de determinadas figuras políticas, como Aécio Neves e Lula. Enquanto para determinados políticos a linha editorial é branda, para outros a cobertura é implacável. Como se a imprensa escolhesse o rigor ou a parcialidade a partir de um jogo que foge aos olhos do espectador.
 
Há algum tempo se discute sobre a influência do governador Roberto Requião, e de sua "linha" governamental, sobre a TV Educativa do Paraná. O liame entre prestação de contas pública, e interesses eleitorais, em diversos momentos é bem tênue. Nos dois casos, cabe chamar a atenção à visibilidade: enquanto na TV pública pode-se detectar facilmente quando o liame é rompido, na cobertura privada o espectador mais atento pode apenas confrontar os tipos de enquadramento com as ações de cada governo.
 
Não tem, portanto, um dado objetivo. Apenas o entrecruzamento das coberturas.
 
Cabe ainda analisar a palavra "censura". Em uma empresa privada não se "censura" o funcionário. Mas precisamente quando as relações entre as esferas privada e pública não é nítida, e o trabalho privado se vincula diretamente a interesses duvidosos, a coação por certos tipos de conduta pode muito bem passar por "censura". Ou melhor, “censura” de direito, e “relação trabalhista” de fato.
 
E o jornalista não tem muito o que fazer: ou faz uma escolha ética (e é demitido), ou continua em um trabalho no qual a liberdade de expressão é duvidosa. 
Anúncios

2 comentários em “Gagged in Brazil

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s