Seis decigramas de álcool por litro de sangue

Se for flagrado embriagado, o motorista vai ter que pagar uma multa de R$ 955 e tem suspensa por um ano a carteira de habilitação. Antes dessa lei o teor alcoólico permitido era de até seis decigramas de álcool por litro de sangue. Pela nova lei passa a ser obrigatório também o teste do bafômetro, antes opcional. Se o motorista se recusar a fazer o teste, ele sofre as mesmas sanções aplicadas ao motorista embriagado.
 
Moral da história: se uma lei não funciona, colocamos outra. Mas o problema da aplicação da lei estava na lei, ou na aplicação?
Anúncios

2 comentários sobre “Seis decigramas de álcool por litro de sangue

  1. Pra mim, essa lei é biopolítica vulgar…

    RE: É verdade Artur, mas o interessante é ver que é biopolítica com um “plus”: biopolítica com “sistema” (aquele, de Tropa de Elite). Aí é que está a graça: a lei funcionando não sob via de um controle que tenta cobrir todo o campo social, descentralizando seus agentes; mas uma lei que apenas funciona quando convém, sob variáveis apenas efetivas quando convenientes, e sempre com a possibilidade de tudo ser resolvido com um bom complemento à renda do policial (isso, quando a fiscalização for feita). Ora, é claro que nada disso é generalizado (existem bons policiais, bons fiscais que realizariam algo de “biopolítica”); mas o curioso é que pode ser essa lei ou qualquer outra, nada mudará efetivamente, pois o problema original não estava na lei, mas em sua efetividade! Uma marca especial das biopolíticas aplicadas no Brasil, rsss

  2. Criam essas leis ridículas como essa, a lei que príbe celular enquanto dirige e outras tantas que não afetam em nada as estatísticas de acidente de trânsito. Deveriam se preocupar mais em educar bem as pessoas (como pessoas antes de motoristas) e dificultar o processo de ter uma carta de motorista (inclusive dificultando as “cartas compradas”). Afinal, o que se cansa de ver nas ruas das grandes cidade são motoristas mal educados, sem noção e incompetentes. Esse sim é o grande mal de nossas ruas e estradas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s