Quando a intuição originária vai para o espaço

Por duas vezes vinculamos um debate atual, porém pouco comentado, sobre Cuba. E o debate é entre dois célebres marxistas. De um lado, Eduardo Galeano. De outro, Heinz Dieterich. O tema, os desvios (ou não) que Cuba faz de suas idéias originárias para manter… as próprias idéias originárias. Por exemplo: como aceitar ações despóticas utilizadas para preservar uma idéia libertária? Para quem aprecia o assunto "política contemporânea", o debate é interessante.

Alguns dias atrás o Generación Y nos surpreendia com a notícia da prisão de um roqueiro cubano chamado Gorki Aguila. Agora, o Absorto referenciou outros links da repercussão.

Interessante notar que boa parte de apreciadores de marxismo também gosta de um bom Rock and Roll. Basta ver o ícone del Che simbolizando bandas como Rage Against the Machine. Como é que fica? As autoridades prenderam Gorki sob uma espécie de prisão "preventiva". Não que Gorki fugiria nadando, mas com sua prisão se previniria a "periculosidade social" [sic!] do Rock.

É, podemos concordar com Galeano que, de alguma forma, as intuições originárias da Revolução foram para o espaço. E, pelo contrário, podemos concordar também com Dieterich, quando afirma que, depois do Regime, as previsões de José Marti se concretizarão.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s