O vagabundo perfeito

 https://i2.wp.com/i292.photobucket.com/albums/mm7/catatando/wuwei.jpg

Um homem vai ao médico e pergunta: “será que viverei até os cem anos? O médico lhe responde: “Você fuma”? “Não”, foi a resposta. “Bebe? Come bem? Se arrisca de vez em quando? Faz amor sempre, todo dia? Viaja? Se cansa”? “Não”, era a resposta. Ao que o médico encerra o diálogo: “então, para que você quer viver até os cem anos”?

O Sinólogo André Bueno escreve diversas vezes belos textos. Como este, sobre a "vida sossegada", citando sábios orientais e as implicações de algo semelhante ao Wu Wei nas práticas de vida.

Ele cita também Lin Yutang, o que deixou a pergunta: quando ele traduz o Tao Te Ching em A Sabedoria da China, assemelha o Wu Wei ao laissez-faire. Mas será que esses termos se coadunam? Yutang não reduziria noções chinesas para conformá-las a noções "ocidentais" mais apreciadas ou agradáveis? O próprio Bueno comenta sobre isso em outros textos, sem entretanto citar Yutang. Perguntas à parte, respostas também, lá estão boas considerações sobre gozar a vida 😉

Pintura de um certo Sr. chamado Wu Wei (1459-1508)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s