A Experiência Religiosa de Philip K. Dick, e 6 coisas secretas ou nem tanto

 

Via Trabalho Sujo, uma curiosa história de Robert Crumb sobre o escritor.

E também não via um meme há algum tempo, até o convite da Lucia Malla para o "6 coisas secretas ou nem tanto sobre a minha vida":

1) Sou pizzaiolo neófito, e entusiasta

2) Vivi na base de Miojo por pelo menos 4 anos

3) Compro equipos de montanhismo sem saber quando os utilizarei

4) Correr é um enigma. Sempre quis ser corredor, só nunca aprendi o modo apropriado de correr. Mas agora, com a história incrível do Doni, lembrei também de algumas do basquete. Quando eu jogava, a NBA virou "moda". O interessante é que era "moda" bem mais no sentido de vestimenta, do que de habilidade dos jogadores. Foi aí que ganhei algumas medalhas no hoje afamado "Streetball": chegava no campeonato aos trapos, geralmente com os companheiros também munidos de roupas velhas. Eramos motivo de chacota, diante de camisas oficiais, Nikes, Spaldings e etc… até a final. Bons tempos (mas o que mudou minha vida foi o Kung Fu ;))

5) Não aguento mais ler. Isso não quer dizer que não gosto de ler, mas que precisaria de algum tempo de férias, lendo apenas coisas prazeirosas… nas horas não-vagas.

6) Mantenho um blog em servidor remotíssimo (será irlandês?), sustentando um anonimato engraçado para os conhecidos, e enigmático para os desconhecidos.

Segue o convite para o Leandro, os Senhores Perrusi (Pai e Filho – o que diria o Reverendo Tsé-Tsé?), Diego VianaLuciana, e Polaco.

Anúncios

3 comentários em “A Experiência Religiosa de Philip K. Dick, e 6 coisas secretas ou nem tanto

  1. Como vc, compro equipamentos de montanhismo (principalmente gadgets relacionados a acampamento) sem saber quando os utilizarei algum dia na vida. Geralmente, termino fazendo alguma gambiarra e ele vira algo para relacionado a mergulho.

    Aí me pergunto: p q então não compro logo gadgets de mergulho, oras bolas?

    Vai entender. 😀

  2. Ué, como você consegue converter as bugigangas?

    Por aqui, falta deixar os livros de lado, e pôr a mochila nas costas por um tempo (ou ler o mundo de modo não impresso). tarda, mas não falha! (rss)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s