Konstantinus Kavafis – Termópilas (1903)

 https://i2.wp.com/i292.photobucket.com/albums/mm7/catatando/307643sk6.jpg

Honra àqueles que Termópilas fixaram
em suas vidas para as defender.
Que, jamais se furtando à obrigação,
foram justos e retos nos seus atos,
mas condoídos, também, e compassivos;
generosos, quando ricos; quando pobres,
generosos ainda com seu pouco,
socorrendo a quem pudessem; proclamando
sempre a verdade, embora sem nutrir
ódio algum por aqueles que mentissem.

E de mais honra serão merecedores
se previram (como tantos o fizeram)
que Efialte finalmente há de surgir,
e que os medas finalmente passarão.

– Constantine Cavafy (tradução de José Paulo Paes – Poemas, ed. Nova Fronteira). Outra tradução, confira aqui

Anúncios

Um comentário em “Konstantinus Kavafis – Termópilas (1903)

  1. Salve, Catatau!

    Só agora li este belo poema celebrando as Termópilas, que eu, apesar de saber que as condições sociais na Grécia, e em particular, em Esparta, estavam longe de ser idílicas, não cessa de impressionar esta minha imaginação romantica. 🙂

    Honra aos bravos 300!

    RE: O que me parece fabuloso no Kavafis é ele extrair desses acontecimentos algo de “romântico”, como se fossem espécies de narrativas culturais que tivessem eternamente algo a dizer. Já deu uma olhada nos outros poemas?
    abração,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s