“Cruel, mas necessário”

Seguindo referências do Animot, chega-se a dois informes: como a pressão de Obama sobre Israel criaria uma "corrida do ouro" por novos assentamentos judeus, e como essa "corrida" tem apoio popular.
 

Esse segundo informe contém um vídeo, intitulado "Cruel, mas necessário". Apresenta entrevistas nas ruas de Israel, durante o dia 19/7, com pessoas comuns opinando sobre palestinos e assentamentos. 
 
É impressionante ouvir esses relatos. Mais ainda ver que vários não diferem muito de opiniões colhidas por Robert Fisk na década de 90, em um documentário chamado Road to Palestine (parte 2 de uma série intitulada Beirut to Bosnia: Muslims and the West).
 

***
E complementando as referencias do Animot, o Hermenauta vinculou uma matéria muito interessante, do Estadão: 

SÃO PAULO – A chancelaria israelense distribuiu a todas as suas embaixadas uma foto de 1941 que mostra um encontro, em Berlim, entre Adolf Hitler e o ex-mufti de Jerusalém (líder religioso palestino) Haj Amin al-Husseini. Com a iniciativa, o chanceler israelense, Avigdor Lieberman, tenta confrontar as críticas internacionais à construção de assentamentos judaicos em terras que pertencem a parentes de Husseini.

Segundo uma fonte anônima do governo israelense, a intenção é criar "embaraço" aos governos ocidentais que se opõem à construção de assentamentos em Jerusalém Oriental. Alguns diplomatas israelenses se opuseram à iniciativa sob o argumento de que a estratégia pode despertar resistência ainda maior entre Estados que já condenam a construção de assentamentos em terras ocupadas.”

 Isso é particularmente constrangedor: que tipo de argumento se subentende? "O Mufti apoiou Hitler, logo devemos apoiar os assentamentos"? "Os palestinos um dia foram pró-Hitler, por isso hoje devemos expulsá-los"? O mesmo Hermenauta lembra alguns outros setores, bem mais caros a todos nós, que também o apoiaram.

 

No vídeo acima, um civil entrevistado afirma com convicção: "impomos um benefício ao palestino para sair; se não sai, o retiramos à força".
Anúncios

2 comentários sobre ““Cruel, mas necessário”

  1. Lí este post para meu avô que já tem 86 anos e le disse:

    – “Antes do meu pai nascer, já existia este câncer lá no oriente médio.”

    Então pediu-me para colocar um video de sacanaagem para ele, o preferido, o que le mais gosta e curte como se ainda fosse um garotão: Garganta profunda!

    RE: Não compreendi a quem se refere o “este câncer”. Em termos gramaticais, compreendi muito bem! Mas não no contexto do texto
    😉

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s