64 anos de Hiroshima

https://i2.wp.com/img12.imageshack.us/img12/6866/hiroshima.jpg

64 anos atrás (6 de agosto) o Enola Gay lançou seu "little boy" sobre Hiroshima. Informe com diversas fotos no Big Photo (via photojournsg)

A respeito da bomba, vale assistir um documentário da BBC sobre a "primeira arma de destruição em massa" utilizada, Hiroshima, e outro documentário de 1945. Muito interessante também o site sobre WWII, o Hiroshima Archive, e as referências do livro Japan 1945: From Operation Downfall to Hiroshima and Nagasaki.

***

Pandorama

Aproveitando a ocasião, informamos que o Catatau agora faz parte da comunidade Pandorama. Organizada pelo Pax, reune figuras muito interessantes, do jornalismo à poesia. É uma grande satisfação fazer parte do grupo – e também grande a responsabilidade para fazer juz ao convite!

O Pandorama reune dois aspectos muito bons: os blogues e a comunidade de discussão. As duas mídias conferem boa agilidade, oferecendo a possibilidade de belos debates, e abertura para a participação de todos.

Anúncios

3 comentários em “64 anos de Hiroshima

  1. Sinta-se em casa, Catatau.
    Tenho certeza que a comunidade vai curtir demais as tuas participações.

    RE: Olá Luiz,
    Obrigado! Espero contribuir bem e estabelecer boas interlocuções.
    abraços,

  2. É uma grande honra tê-lo em Pandorama, Catatau.

    Sempre li Catatau, e há uma feliz coincidência. Explico: Uma das formas de ler Catatau – o livro de Leminski é abrir aleatoriamente, qualquer página, qualquer trecho, qualquer hora. É impressionante a capacidade de nos levar em pensamentos. Catatau, o teu blog, tem similaridade.

    Aprofundamos nosso contato quando lhe escrevi pedindo para usar um dos teus posts. A conversa cresceu e agora estamos juntos em Pandorama. Fico feliz por isso.

    ———-

    As fotos do Boston.com são impressionantes.

    A discussão sobre o emprego das duas bombas no Japão dá pano pra manga.

    RE: É verdade, Pax. Fiquei impressionado em saber que boa parte dos gringos aprova o lançamento das bombas; isto é, aprova a destruição total e irrestrita, sem possibilidade de defesa, de centenas de milhares.

    Quanto ao Catatau, o Polaco da Barreirinha volta e meia posta algo a respeito do livro, na linha das aberturas aleatórias, ou mesmo das sacadas em antigas conversas com o autor. Muito interessante!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s