Novas relações entre política e mídia?

Diversas vezes chamamos a atenção aos estudos de Venicio de Lima, sobre as relações entre mídia e política no Brasil e no mundo. Lima estuda tanto a cobertura quanto a relação da cobertura com os mandatários das empresas de comunicação, notadamente as privadas.

Por vezes seus estudos lembram alguns de "semiótica", por exemplo focados nas histórias em quadrinhos ou nas relações entre cor e som no cinema. Lima, por sua vez, analisa a "montagem" tática das informações na edição de um jornal, por exemplo (pelo menos é  parte do procedimento de Mídia: Crise política e poder no Brasil, [preços, Cultura]).

Nesse contexto é interessante o pequeno texto "A mídia como partido político", de onde cito um trecho sobre a briga Obama x Fox News:

Os grandes grupos privados de mídia – como a News Corporation, de Murdoch – seus sócios e aliados em todo o planeta, por óbvio, vão continuar reiterando cotidianamente suas acusações de não democráticos, autoritários e/ou totalitários a esses governos.

Já não seria, todavia, a hora de se questionar – séria e responsavelmente – o discurso de que a grande mídia privada seria a mediadora neutra, desinteressada, imparcial e objetiva do interesse público nas sociedades democráticas? Como sustentar esse discurso diante de todas as evidencias em contrário, inclusive de partidarização, aqui e alhures?

O que está em jogo? Um fator novo, nas relações entre mídia e política: o governo Obama, reconhecendo a tendência editorial da Fox News, passa a encarar a emissora como uma fonte de oposição deliberada. "Encara" não sob o formato dos governos ditatoriais (que simplesmente eliminam os opositores), mas dentro do debate, forçando a emissora a assumir suas tendências.

"Qundo o presidente fala à Fox, já sabe que não falará à imprensa, propriamente dita" – ela [Anita Dunn, Diretora de Comunicações de Obama] explicou. – "O presidente já sabe que estará como num debate com o partido da oposição"

Como se o mito da neutralidade da mídia se colocasse em questão não por seus estudiosos, mas no próprio debate midiático. Ou em outras palavras, como se agora uma mídia devesse assumir suas tendências (sempre encaradas de modo geral como "neutras", ou com certa intenção de neutralidade), para manter sua credibilidade.

Anúncios

4 comentários sobre “Novas relações entre política e mídia?

  1. Teu último parágrafo está num tom que sugere que essa explicitação não é correta ou necessária.

    Eu acho muito bom que isso aconteça.

    Acho inclusive que a sociedade precisa regular melhor a ação das mídias, especialmente as que circulam por concessão pública (TV/rádio). As mídias impressas também recebem verbas de publicidade e celebram contratos com governos.

    Seria muito bom se governantes não continuassem a ser tão servis a este poder.

    RE: Oi André!
    No caso, o “como se” é uma tentativa de narrar o acontecimento em outras palavras, não um juízo a respeito.
    Tentei mostrar a novidade, que não é mais os analistas do debate denunciarem sua tendência, mas o próprio debatedor forçar o outro a assumir a tendência. Muito interessante! (e concordo: muito bom!)
    abração,

  2. Há também o outro lado da questão: o que temos é a opinião da mídia, ou a opinião daqueles que controlam os grupos de mídia?

    RE: Esse é o ponto: o pessoal do Obama deliberadamente enxergando a Fox como um braço dos republicanos.
    Veja como isso é diferente de tudo o que já vimos: um veículo privilegiado, que é o governo dos EUA, não se justificando, mas acusando e agindo diante de uma emissora com o pressuposto de que ela é uma figura da oposição. Não mais justificações, por exemplo.

  3. Mas ai e que esta. Estaria a midia cumprindo o seu papel ao assumir uma postura “opinativa” na veiculacao das noticias, ou simplesmente se transformando numa nova forma de exercer um poder politico, muito mais poderosa do que a exercida pelos partidos politicos, so que sem a legitimidade e a representatividade dos mesmos?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s