O ladrão de carros

Essa aconteceu agorinha (ou melhor, numa hora qualquer): em frente à academia e centro de self care das madames, uma pequena muvuca se formava. Do outro lado da rua, um homem permanecia sentado no carro, com a porta aberta. Antes, ele rondava vagarosamente os outros carros, até entrar nesse.
 
Considerando muito estranho o comportamento do homem, uma mulher ("ela é muito corajosa mas sem juízo", exclamou uma das madames) foi perguntar o que ele fazia ali.
 
"Estou roubando esse carro", respondeu o homem. 
 
Outra madame adiantou já chamar a polícia, enquanto outra comentava sobre esse ser o segundo assalto ali em duas semanas. Outra, ainda, comentou: "ficando ali parado ele só pode estar perturbado".
 
De repente chega outro carro e dele sai um homem armado. Provavelmente é um policial à paisana. Ele rende o ladrão, manda-o "calar a boca" e permanecem os dois ali, em pé, à espera das viaturas.
 
Chegando os policiais militares, todos discutem brevemente. Logo depois os policiais vão embora, e finalmente também vai o policial à paisana, deixando o ladrão ali, junto ao mesmo carro roubado.
 
Então chega outra mulher e começa a conversar com o ladrão. Gesticulando, ela fornece a ele alguns papéis. O ladrão segue até o centro de self care e mostra os papéis brancos às madames. 
 
Depois retorna ao veículo, dá a partida e vai embora com sua esposa.
Anúncios

2 comentários sobre “O ladrão de carros

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s