“Novo Paraná”: Curitiba aumenta tarifa do transporte público

Durante sua campanha eleitoral, o agora governador do Paraná, Beto Richa (PSDB) pregava um governo "não ideológico", regido por "austeridade financeira", "diálogo" e "técnica" (sic). Abaixo, assumiremos essas premissas.
 
Pois bem, na primeira semana do ano a prefeitura de Curitiba (Beto Richa era prefeito até 2010) anunciou um aumento da tarifa de ônibus, de R$ 2,20 para 2,50.
 
Motivos alardeados pelo aumento: "a nova licitação do transporte coletivo, em vigor desde o ano passado, e o custo de insumos como o diesel". Os funcionários do transporte também requerem reajuste salarial. Embora o reajuste ainda não foi feito, os "especialistas" já começam a colocar esse motivo sorrateiramente na balança.
 
Mas, considerando os motivos, duas coisas saltam aos olhos. 
 
A primeira são as críticas do Dep. Dr. Rosinha (PT) à licitação do transporte coletivo. Dr. Rosinha é do PT e Beto Richa é do PSDB. Mas olhemos a premissa acima: buscamos uma razão "não ideológica", certo? Isso significa que o eleitor de Beto Richa pode se ater a críticas "técnicas", "não ideológicas", mesmo vindas de alguém "ideologicamente" contrário ao PSDB.
 
E de fato, a considerar o "ideologismo" de Richa, as críticas de Rosinha são bem "austeras" e "técnicas". Rosinha critica a licitação por ela ser viciada: seus critérios mesmos colocariam termos a partir dos quais o único concorrente viável é o mesmo grupo de empresas que assumiu o transporte público, sem licitação, desde os anos 50.
 
Rosinha também criticou o provável repasse dos custos da licitação para o usuário. E mais: os cálculos não seguiriam critérios de uma racionalidade "economicamente austera", mas, quando oportuno, critérios (como o de manutenção de pneus e motor) estabelecidos em 1987! Portanto, tais critérios "técnicos" desconsideram variáveis como evolução tecnológica, incidente no desgaste das peças e no custo da manutenção.
 
E o leitor há de considerar também: uma licitação que repassa seus custos ao usuário, fazendo o serviço ficar mais caro, serve a quais fins? De saída os fins de uma concessão pública não seriam o de um serviço mais barato ao usuário?
 
O segundo fator que salta aos olhos é o aumento do número de usuários. Mesmo considerando as variáveis acima, aumentou e muito o número de usuários. Isso implica um aumento da frota, certo? Em termos, visto que apenas quem não pega ônibus pode dizer que o serviço de fato melhorou…
 
Mas enfim, Beto Richa falava de "técnica", "austeridade" e "diálogo". Depois das eleições de 2010, diversas pessoas se pronunciaram sobre Lula ser o primeiro presidente "capitalista" do Brasil. Não há crítica maior à "austeridade" dos governos do PSDB. Se o capítalismo se define, adotando soltamente o que se diz por aí até em revistas duvidosas, pela iniciativa individual e "empreendedorismo", salta aos olhos o governo Lula proporcionar isso ao brasileiro comum, mais do que qualquer outro governo recente. A contraposição é óbvia: se Beto Richa se interessasse por valores "republicanos" (outra palavra utilizada por ele), não repassaria o ônus de uma licitação pública a quem deveria, em tese, ser seu beneficiário.
 
***
 
Se bem que, entre o discurso que prescreve a "técnica" e a ação, enfim
Anúncios

2 comentários sobre ““Novo Paraná”: Curitiba aumenta tarifa do transporte público

  1. Melhor ainda foi ouvir na CBN que o filho dos Justus vai assumir uma direção da Cohapar. Farinha do mesmo saco é pouco para definir esta quadrilha que assume o governo do estado. E eu que achava péssimo o Requião terei de redefinir que é péssimo.

    RE: Pois então, até agora estou em dúvida sobre os critérios de quem votou em Richa. Não que o PR teve bons candidatos, mas… pq ele foi eleito? O que decidiu o voto?

  2. Deve ser algum tipo de carisma pela figura do pai. O cara é uma negação, tecnicamente e politicamente falando, mas é bem situado na corte, talvez. $ anos demora para passar, não é mesmo?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s