Laranjas e Petróleo

 

Leonardo Boff:

Não aceitei convite de Kadaffi de visitar a Libia porque era uma ditadura. Mas se a Libia tivesse so laranjas nunca seria bombardeada p/NATO.

E no Página 12, as preocupações não são muito distantes:

La gran pregunta que sigue abierta es cómo podrán los insurgentes libios convertir su victoria en el terreno en una paz estable y aceptada por todos.

Carta Capital:  

Mas quem venceu? “Os rebeldes” é uma resposta que, além de ingênua, não quer dizer muita coisa.

 NYT (via marcuspessoa):

Western nations — especially the NATO countries that provided crucial air support to the rebels — want to make sure their companies are in prime position to pump the Libyan crude.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s