Sob o sol do Brasil

Gravura de Käthe KollwitzPassa mal. Vai ao hospital. O caso é grave e o encaminham à UTI. Ali permanece por algum tempo. Então recebe alta, os médicos dizem que já está bom e pode voltar para casa. Da UTI direto para casa? A família é humilde, pergunta "mas não seria melhor ficar um pouco mais no hospital?" Como de costume, gente humilde não merece explicações técnicas. Os médicos não explicam o caso e, com a costumeira autoridade, dispensam o paciente ("deve ser assim mesmo no hospital", racionalizam os familiares). Chegando em casa ele só faz piorar. Mas se a própria UTI o dispensou… É de noite. A situação se agrava cada vez mais. De manhã volta ao hospital, mas não dá tempo.
 
"É sempre assim", dizem alguns. Entre os que se resignam e os que se revoltam, aquelas notícias soltas de jornal ("pareciam tão distantes…") de repente batem à porta.
 
***
 
E por falar em notícias de jornal…
 
 Bombeiros fazem boca-a-boca em cão após tirá-lo de incêndio nos EUA
 
Caso ocorreu em Wausau, no estado do Wisconsin. Coda, de 7 anos, ganhou beijinho da dona, foi tratado e passa bem.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s