Primeira ciclofaixa de Curitiba descumpre Código de Trânsito

https://i2.wp.com/i292.photobucket.com/albums/mm7/catatando/viscondedeguarapuava.jpg

O mais novo passo curitibano para o asfaltamento universal (preservando o Ecoville, claro)

Não bastasse a “ciclofaixa de lazer” criada no domingo, contrariando o Código de Trânsito e fazendo as políticas de mobilidade de Curitiba regredirem décadas; não bastasse o perigoso estreitamento das vias e a eliminação de estacionamentos, medida paliativa empurrada goela (ou melhor: pulmão) abaixo dos curitibanos, agora vem a nova notícia: a primeira ciclofaixa curitibana quebra contrato de financiamento e – o que é pior – transgride o CTB e põe em risco os ciclistas.

Ela fica à esquerda, tem apenas 75 cm de largura, contraria as ordenanças de sua própria construção…  e nem metade do previsto foi construído. Basta olhar a figura acima e imaginar a situação do ciclista em meio ao trânsito, especialmente ao lado da via mais rápida.

Detalhes aqui.

***

Desafiamos qualquer leitor a ligar para o 156 e ver do que se trata. O resultado é impagável… (embora o 156 seja bem caro, diga-se)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s