Psicólogo de município? Até a divulgação de novos editais já coloca um “porém”

Há quase 6 anos, divulgamos diversos concursos curiosos de psicologia em municípios. Via de regra, o salário para esse tipo de cargo era baixíssimo, incompatível com as atribuições do cargo e função.

Quem já trabalhou no ramo sabe da grande demanda da sociedade quando esse tipo de serviço se torna acessível. Mas sabe também que, Brasil afora, os editais divulgam curiosas condições de trabalho, e às vezes salários até menores do que o de coveiro (!).

Nesse sentido, é muito curioso como o bom senso às vezes beira a ironia: até divulgadoras de concurso, como o PCI, já começam a alertar o próprio candidato (ou, se foi ato falho, esse ultrapassou qualquer conteúdo individual). Veja-se a abertura de concurso para Psicólogo na prefeitura de Garopaba (SC):

A profissão de psicólogo também é cargo de ensino superior; PORÉM

Haveria mesmo algum porém para encarar, a partir da grande demanda social e do salário incompatível de R$ 1416, esse tipo de cargo?

Que os outros editais respondam, e não precisa procurar muito: no mesmo Estado e trabalhando as mesmas 40h, seguem alguns salários em Jardinópolis:

– “fiscal de vigilância sanitária”  e “fiscal de tributos e serviços municipais: R$ 1625,66

– “telefonista”: R$ 1351,30

Ambos requerem apenas o segundo grau.

Anúncios

Um comentário sobre “Psicólogo de município? Até a divulgação de novos editais já coloca um “porém”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s