O carro e a sensibilidade

https://i2.wp.com/i224.photobucket.com/albums/dd139/Gustavo_Timm/Primeirosbondeseltricos1-modificado.jpgÉ muito curioso: o carro faz parte da vida do brasileiro, e muito mais do que ele poderia pensar. E sobre isso não me refiro aos jargões estilo “carro, paixão nacional”. Há algo muito mais fundamental (não achei palavra melhor) do que isso, e diz respeito à própria relação do brasileiro consigo, com seu ambiente e com os demais.

O carro diz respeito à vivência do brasileiro em relação às suas sensações sensações mais imediatas. A limpeza ou a sujeira de uma cidade, a violência, a urbanização, o transporte público, as convivências, os valores, tudo diz respeito ao carro, ou ao desejo de ter um.

Dias atrás um cara perguntou ao outro na van, “Virou patrão, heim?”. O outro respondeu: “Se virasse patrão, não estaria na van, mas sim em um carro”.

O carro diz respeito às sensações: os vidros fechados, a eventual música ligada, a velocidade prometida, a imaginação da publicidade, tudo se correlaciona diretamente com a existência e continuidade dos lugares ermos, as calçadas estreitas, os muros altos, a iluminação carente, os índices de segurança… As pessoas que você vê aqui e agora na rua, quem você vê, quem não vê e quem nunca verá.

Certamente não há vínculo a priori algum entre o carro e cada um dos pontos acima. Mas com esses pontos o carro compõe uma série de predisposições que se reiteram continuamente e deixam muita coisa, como se diz popularmente, “permanecer onde está”.

Não sei bem se o brasileiro é inteiramente capaz de “perceber” isso. Percepção exige sensação… e para isso seria preciso um deslocamento de sua relação com o carro.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s