Microcefalia à brasileira

E lá estava eu, almoçando, com o livro na mão. Quando fui pagar, um senhor fez aquele comentário solto, supostamente desinteressado, mas “ad omnes”:

– É muito importante ler, heim? Aqui no Brasil as pessoas falam sem ler, criticam sem ler… raro ver alguém com um livro.

Eis que se esboça mais um daqueles papos sobre o brasileiro e seu complexo de vira-latas de um lado e sua microcefalia (não a da Zica) de outro. O velho se apresentou como italiano, vive por aqui há 20 anos e perguntou se… eu era estrangeiro!

No espaço de 4 dias, dois caras me perguntaram se eu era estrangeiro: o primeiro porque eu fui simplesmente… educado! (era um garçom e se surpreendeu com palavras do tipo “bom dia”, “você poderia…” e “obrigado”), o segundo porque eu carregava um livro.

A grande ironia é que, minutos antes, eu pensava: minha nossa, como é agressivo portar um livro por aqui… Quero dizer: não apenas destoa do ambiente, mas é um pouco constrangedor receber olhares ou perceber que o único livro possivelmente visado em tal ambiente é a Bíblia.

O pior de tudo é que estou a 150Km de uma das instituições de pesquisa mais privilegiadas do Brasil, um dos principais redutos da “intelectualidade” brasileira. Como seria possível ruptura tão grande? Lá, em meio a sebos e cafés, pós-graduandos debatem suas tão importantes questões. Aqui, carregar um livro é da ordem da ausência de sentido!

A ironia maior ainda é constatar que a simples enunciação de tais questões é um ultraje, pois a chave de leitura é sempre a mesma: o brasileiro vai mal porque os oligopólios comandam e oprimem.

Eu NUNCA discordaria de tal tese, mas ela precisaria ser infinitamente refinada. Não há justificativa alguma para alguém ser confundido com um estrangeiro porque foi educado ou carregou um livro. E o brasileiro deveria encarar isso de frente, ao invés dos fáceis argumentos da “falta de acesso” (falta de acesso numa sociedade orientada à posse de um smartphone???). O Brasil mudou nos últimos 20 anos, e muito! Mas certas coisas viscerais permanecem muito vivas!

Anúncios

2 comentários sobre “Microcefalia à brasileira

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s