A leitura e o mundo novo

O mundo mudou.

Anos 80: “não leio porque não tenho instrução, a vida não me permitiu isso”

Anos 10: “não gosto de ler, acho uma perda de tempo. A nao ser que prenda muuuito minha atenção”

São dois modelos civilizatórios, dois sistemas de exclusão, dois regimes tecnológicos, dois tipos de luta diversos. A leitura como o perigo de produzir um mundo novo; a leitura porque não importa, não produz mais nada.

Anúncios

2 comentários sobre “A leitura e o mundo novo

  1. Você se refere, está claro, à leitura de livros (ou de literatura, em geral, entendida em seus suportes tradicionais). Mas talvez nunca se tenha lido tanto na história, mesmo que fora desse universo — facebook, twitter, whatsapp, etc., funcionam essencialmente pela leitura e pela escrita.

  2. Sim Gabriel! Nunca se leu tanto, e nunca se leu tão pouco. Não à toa estamos no mundo no qual hoax ganham eleições e há textos com receitas sobre como não ser enganado por notícias falsas. Ou ainda, o velho-novo papo do mundo da pós-verdade

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s