A roda do tempo

Kalachakra ou A Roda do Tempo, lindo documentário de Werner Herzog, de 2003. Aqui, a versão em inglês. Aparentemente, aqui tem com legenda.

Mas o que me fez escrever esse post é um exemplo que me tocou: um peregrino vai à pé até a árvore Bodhi desde terras “mais longínquas do que o Tibet”. Para traduzi-lo, precisam de duas pessoas, uma que verta seu dialeto ao tibetano, e outra do tibetano ao inglês. O peregrino fez todo o caminho não apenas à pé, mas em prostração, durante 3 anos e meio. Estava ali, junto à árvore do Buda e sereno.

O mundo e suas antigas práticas de peregrinação e hospedagem ainda existe.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s